Newbasca

Combate ao desperdício é o principal Desafio da cadeia de abastecimento

Marcus Frediani
Editor Chefe | Newbasca

Crédito: ABRAS

Fórum virtual reúne cadeia nacional de abastecimento para discutir ESG.

O presidente da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados (ABAD), Leonardo Miguel Severini, participou no dia 17 de junho do 1º Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento, promovido de maneira virtual pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS). O evento inédito, realizado totalmente de forma virtual, teve como foco o debate das práticas de ESG (sigla em inglês que se refere a aspectos ambientais, sociais e de governança das empresas). O combate ao desperdício foi eleito o principal desafio da cadeia de abastecimento.

Além das lideranças da cadeia de abastecimento, o fórum reuniu especialistas em soluções de impacto socioambiental e em governança corporativa e representantes do mercado de capitais e autoridades, como os ministros da Economia, Paulo Guedes, da Cidadania, João Roma, e da Agricultura, Tereza Cristina. O evento teve o apoio da KPMG, do Programa Mundial de Alimentos do Centro de Excelência Contra a Fome Brasil (WFP) e do Pacto Global da ONU no Brasil.

O fórum contou com seis painéis ao longo do dia, que abordaram a cadeia de abastecimento, o ESG como um todo e como ele se aplica à cadeia, além dos impactos socioambientais, a governança corporativa e cases de sucesso. Ao fim de cada painel, as lideranças da cadeia de abastecimento e os painelistas votavam para definir os três temas principais levantados no painel. No final, dos 18 temas selecionados, foram escolhidos 5. As entidades de classe que formam a cadeia de abastecimento se comprometeram em formar coalizões para buscar soluções para os temas: desperdício de alimentos, redução de custos, consumo consciente, combate à fome e falta de conhecimento.

“Foi uma oportunidade de extremo valor participar do Fórum e poder, de alguma forma, contribuir com o tema, que é tão relevante para o mundo. Nós, da cadeia de abastecimento, temos um papel fundamental e temos de incorporar os critérios de ESG, repassando os conceitos para os associados”, afirmou o presidente Leonardo Miguel Severini.

As conclusões do Fórum serão transformadas em um relatório que pautará mais duas reuniões de trabalho, que estão previstas para ocorrer em outubro deste ano e em março do ano que vem.

De acordo com o presidente da ABRAS, João Galassi, o evento cumpriu seu objetivo de ser mais do que apenas um simples congresso expositivo. “O fórum será sucedido agora por duas reuniões de trabalho, nas quais as soluções e propostas apresentadas serão estruturadas em um relatório. Esse documento será um instrumento para formação de coalizões integrais, parciais ou individuais entre todos os setores participantes, para geração concreta de impacto econômico, social e ambiental.”

Assista ou reveja os painéis do Fórum no YouTube, no link https://bit.ly/3xLsPom.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *